terça-feira, 5 de novembro de 2013

ALEGRIAS E TRISTEZAS DE UM PROPRIETÁRIO DE VELEIRO!

A vida é cheia de surpresas mesmo, neste mês que passou houve uma pauleira de vento lá na Ribeira, coisa feia pra valer, falando com uma pessoa que mora a bordo de um veleiro lá na Ribeira, ele me disse:
"FOI COMO UMA TEMPESTADE EM ALTO MAR, PORÉM, AMARRADO NA POITA", e olha que essa pessoa conhece bem de tempestade. O Comandante Stark do Gaipava falou sobre essa ventania lá no Blog dele, para ver clique aqui.
Durante a ventania, um ENORME veleiro, um fast 360 se não me engano, armou a genoa e arrastou a poita, isso mesmo, ele não escapou da poita, ele arrastou a poita, foi arrastando, arrastando, arrastando até encontrar a poita do vivre, e como o meu barquinho é menorzinho coitadinho, tomou uma surra daquelas, veja a lista de avarias:
1 - QUEBROU A FIBRA DA PROA.
2 - ENTORTOU BEM ENTORTADO O PÚLPITO DE PROA.
3 - ARRANCOU O FRISO DA BORDA FALSA DE BORESTE.
4 - ACABOU COM A PINTURA DA PROA.
5 - RISCOU O COSTADO DE BORESTE.
6 - A GENOA DO VELEIRÃO ENROSCOU E QUEBROU A LUZ DA CRUZETA DO PEQUENINO VIVRE.

Veja algumas fotos:
Luz da cruzeta quebrada!
Outro ângulo da luz da cruzeta quebrada

Fibra do pico de proa quebrada! 
Friso da borda falsa arrancado sem piedade!

O Púlpito todo torto!

A pintura da proa toda arranhada!

Outro ângulo da pintura da proa toda arranhada!

Outro ângulo do bico de proa com a fibra levantada!

Detalhe do risco no costado de boreste!
 Mas, nem tudo são tristezas, hoje (05/11/13) andei pela Ribeira até encontrar alguma pista do dono do grande veleiro carrasco do vivre, e achei nada mais, nada menos do que o telefone da pessoa, meio preocupado e com receio liguei, me identifiquei e fui muito bem atendido pela pessoa  que me disse que já sabia do acontecido e me pediu umas fotos e um orçamento, e concordou em arcar com os gastos da reforma das avarias!
Não sou nenhum aproveitador, por isso o material eu vou providenciar e procurar "baratear" o máximo possível o serviço! Que bom que esta sendo assim!

17 comentários :

  1. Poxa Walnei..que chato isso ein...mas como vc disse, por outro lado que bom que a pessoa entendeu a situação...bola pra frente...boa sorte ai, desanima não....

    ResponderExcluir
  2. É Walnei, o chato disto tudo mesmo é o tempo que você vai ficar sem velejar para arrumar estas avarias.
    E a alegria é ver que em nosso meio ainda predominam as pessoas éticas.
    Arrume logo e vamos navegar.
    Tô chegando!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que pensei a mesma coisa em relação a pessoas com senso de responsabilidade e honestidade, a pessoa (não quero falar nomes aqui) me atendeu constrangedoramente bem, e antes de ligar eu fiquei muito preocupado com a maneira que seria tratado pelo amigo dono do outro barco! Acho que a cultura náutica de ajudar e ser ajudado é responsável pela manutenção de gente assim, que não foge da responsabilidade!

      Excluir
  3. Olá Walnei, dos males o menor, já que sua poita resistiu e o responsável concordou em arcar com as despesas. O importante disto é mostrar como é fundamental amarrar a genoa que está enrrolada, não basta apenas confiar no cabo do enrrolador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, a coisa foi tão feia que genoas, mesmo amarradas, desfraldaram, foi um Deus nos acuda lá na Ribeira, teve outros barcos que soltaram e causaram avarias, acho que a lição que fica é manutenção da poita sempre em dia e poita compatível com o tamanho do barco né?

      Excluir
  4. é amigo ,já pensou aqueles monte barcos e veleiros abandonados que estão por la ;que ninguem sabe que é o dono quebra o cabo e sai batendo em tudo eu e voce tivemos muita sorte, más até quando eu gasto um bom dinheiro com poita e cabos novos e os outros? que alugam poitas com cabos todos velhos voce acha que quem aluga as poitas trocam os cabos....ta complicado e estou muito assustado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Vandeco, quando eu tinha o 16 pés ficava tranquilo quando acontecia um caso deste pois o meu barco ficava no seco! To achando a Ribeira com aquele monte de barcos fantasmas (abandonados) meio perigosa!!!!

      Excluir
  5. Walnei: esses incidentes da natureza são coisas que acontecem, independente de dolo ou culpa...simplesmente acontecem. Mesmo assim, muito legal da 'outra parte' entender que o maior prejudicado foi você que estava quietinho em seu lugar!! E você tem o Gaipava prá andar e me fazer companhia!! Será um prazer!! Bola prá frente!! ....Bora velejar!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa a hora que quiser é só chamar, velejar o Gaipava é sempre uma grande satisfação!!!

      Excluir
  6. Ô meu amigo! Fiquei troiste por vc, mas sei que vai dar a volta por cima! NO que precisar, estamos por aqui. E o Malgô é seu tbm!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não existissem os percalços do caminho, a caminhada seria muito chata!
      O negócio é colocar o vivre para velejar!!!

      Excluir
  7. Gente, esqueci de falar que a genoa do veleirão foi pro saco, prejuzão de US$ 3.000,00 :-(

    ResponderExcluir
  8. Antonio Carlos ( vivre , o gigante )6 de novembro de 2013 19:05

    Fala comandante Walnei! Fiquei sem palavras quando entrei no blog para saber como vai o novo e restaurado vivre e dou de cara com tal triste noticia. Felizmente o proprietario do outro veleiro teve bom senso e responsabilidade de proprietario. Daqui a algum tempo já poderemos velejar juntos. Este mes farei a prova de arrais e logo apos o natal pretendo estar em ubatuba para os preparativos da viagem Ubatuba - Paranagua. Que deus me ajude!! Estou muito animado. Estou aberto a qualquer orientacao e ajuda. Pois como vc sabe, sou marinheiro de primeira viagem. Tudo de bom e um forte abraco. Bons ventos. Antonio Carlos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando estiver em Ubatuba não esquece de me avisar, quero me despedir do vivirinho viu...!!!!

      Excluir
  9. Ola,Walnei.
    Estive um tempo fora reformando o meu veleiro,quando entrei para ver como estão as coisas me deparei com esse situação fiquei chateado vc estava arrumando tudo para ficar tudo prontinho pro verão.Mas fazer o que né a natureza e imprevisível. Precisando de alguma coisa e só dar um grito.

    Abç

    Nilson


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A natureza tem seus caprichos e isso serve para a respeitarmos ainda mais, mas em janeiro vai estar pronto para velejar você vai ver! Obrigado pelo comentário!!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...